Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

caixa dos segredos

Bocados de mim embrulhados em palavras encharcadas de emoções. Um demónio à solta, num turbilhão de sensações. Uma menina traída pelas boas intenções.

08
Jan18

Com um pequeno vestido preto


vanita

As grandes estrelas do entretenimento comprometeram-se com uma causa maior. Deram voz à luta contra o assédio e o machismo na gala anual dos Globos de Ouro. Glamorosas, com marcas de alta costura, lindas de morrer e apontamentos de cor nos lábios ou nos brincos, cada uma daquelas mulheres deu força a um movimento que não pode morrer: a luta pela igualdade e pelo respeito e dignidade de todos os seres humanos. Aquilo que pode ser encarado apenas como um conceito de moda, um apontamento sem importância - estamos a falar de roupa! -, ganha a dimensão que lhe quisermos dar. Estas mulheres lutaram com as armas que têm, mesmo que sejam apenas vestidos. Cabe a cada um de nós, dar o seu quinhão para que, num breve espaço de tempo, os abusos e desigualdades sejam tão anacrónicos com o tempo em que as mulheres não usavam calças. 

07
Jan18

Das boas bolas de neve


vanita

Dizem que a página da Rainha de Inglaterra na Wikipédia teve um aumento de milhares de visualizações e atribui-se a culpa à série The Crown, que eu também já devorei. Da minha óptica, parecem-me boas notícias. Se bem direcionado, o entretenimento pode ser uma ferramenta preciosa no sentido de educar as massas. E confesso: fui uma das pessoas que fizeram disparar as visitas à Wikipédia. E não só à página da Rainha, como a de praticamente todos os protagonistas que fazem parte do guião da série The Crown. Mais, em 2018 estreei-me a solo num documentário com seis episódios de quase uma hora. Em dois ou três dias vi The Royal House of Windsor, apenas por vontade de conhecer ainda mais sobre uma realidade que, descobri, afinal pouco sei. E aprendi imenso. Logo no primeiro episódio, percebi as ligações das várias casas reais europeias mas, essencialmente, da estreita relação da monárquica britânica e do papel decisivo na recusa de asilo ao último czar russo, que acabaria por culminar no brutal assassinato de toda a família. E este é apenas um de muitos detalhes que podem fazer a diferença na forma como olhamos para a política actual. A caixa de Pandora foi aberta e agora será sempre uma bola de neve: a da curiosidade da vontade de saber mais.

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D