Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

caixa dos segredos

Bocados de mim embrulhados em palavras encharcadas de emoções. Um demónio à solta, num turbilhão de sensações. Uma menina traída pelas boas intenções.

25
Mar09

Primeiro a saúde


vanita

Esta é a manchete do jornal Público hoje e não podia ser mais pertinente. Fala-se em doentes oncológicos, pessoas a quem foi diagnosticado, em algum momento, um cancro e têm agora de lidar com todos os tratamentos e protocolos a que a doença obriga. Mesmo quando já foi dada como "curada". Aqui a questão levantada é de que, quando o plafond dos seguros chega ao fim, os doentes têm necessariamente de recorrer ao serviços nacionais de saúde, mudando de médico, de equipa e sendo obrigados a reajustamentos e procedimentos novos. Fala-se na dignidade dos doentes quando um hospital privado aceita iniciar um tratamento sabendo à partida que o plafond do seguro nunca será suficiente para suportar os custos. E, pergunto eu, se não seria caso de o Estado garantir exames e tratamentos a quem foi diagnosticado uma doença grave e com a qual tem de lidar para o resto da vida? Quem é que pode pagar 500 euros, ou mais, por um exame banal de despistagem, apenas para garantir que tudo continua normal, no serviço privado? Sendo que essa é a única opção viável já que a lista de espera do serviço nacional de saúde é de mais de oito meses? Ou ficamos mesmo só à espera?
25
Mar09

Acabei de ler num blogue...


vanita

Uma miúda hoje passou o dia a analisar a forma como as pessoas dizem e retribuem os "bons dias" quando chegam ao trabalho. Curiosamente, tenho feito isso nas duas últimas semanas. É inacreditável as análises sociológicas que podem advir deste pequeno detalhe. Estejam atentos! Ah, e já agora, não custa nada ser simpático, não é? Quando se chega e para quem chega! Independentemente de quem for, já agora... Ah, e um bom dia para vocês!
24
Mar09

Já me posso reformar!


vanita

Sei que atingi o apogeu da minha carreira quando oiço isto da voz de Marco Paulo. Esse mesmo, o dos "Dois Amores":

"Você é a Vânia [seguido do meu apelido que, por razões óbvias, não publico aqui]? Parece tão novinha que pensei que fosse uma estagiária! Sei muito bem quem é!"

Meus amigos, depois disto, não me resta dizer mais nada!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D