Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

caixa dos segredos

26
Mai17

Prazos de validade


vanita

Eu como iogurtes fora do prazo, sem qualquer problema. Como pão de forma depois da data de expiração e arrisco idêntica aventura com barras de chocolate, bolachas ou cereais. Mas não o faço com fiambre - até o novo me cheira a velho, por que será? -, menos ainda com medicamentos ou com molhos. Os critérios defini-os há anos, baseada em justificações pouco científicas e mais de instinto. A minha dúvida refere-se às relações de amizade. Como é que sabemos, ou que critérios escolhemos, para distinguir as que resistem à erosão do tempo e da distância das que há muito é garantido que nos farão mais mal que bem? Quem já passou dos vinte sabe bem que há amizades que se mantêm intactas como no primeiro dia, mesmo que vários anos se tenham interposto entre duas pessoas. Estamos com determinadas pessoas que perdemos no tempo e é como se a última vez tivesse sido ontem. Podem ter nascido filhos, havido doenças, separações, mudanças de país ou cidade, mas os sorrisos surgem com a mesma frescura e encanto, alheios ao espaço temporal que os separa. São relações mágicas, que nos confortam, por nos darem a garantia que nem tudo se perde no passado, no que já foi. Depois há as outras. Relações de amizade que cheiram como o fiambre: nunca percebemos se aquela intensidade é natural ou se já está azedo. É feio comparar amigos com fiambre, mas digam lá que não sabem do que falo? Há sempre aqueles amigos que não nos fazem assim tanto bem - ou nós a eles. Relações que persistem mas que nos deixam na dúvida, no limbo do desencanto. E estas é que complicam a fórmula. Porque se ainda existem é porque são importantes, caso contrário, há muito que teriam desaparecido, de forma indolor, sem deixar rasto. Como é que se define um prazo de validade nestes casos? Comemos o iogurte sem medos ou talvez seja melhor adoptar a estratégia dos medicamentos e não dar margens de erro? Será sempre um sentimento mútuo ou também haverá desejos díspares entre as duas pessoas em questão? Havendo vontades diferentes, poderá ser amizade na mesma quando apenas uma das partes sente que o prazo ainda não chegou ao fim? Quanto mais cresço, mais dúvidas tenho.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D