Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


11.03.17

Aos 26 anos todos os sonhos são possíveis

por vanita

E se aos 27 anos te disserem que tens um cancro? A arrogância dos vinte é visível e até justificável. De miúdos, em menos de nada, entramos no mercado do trabalho e não conseguimos ignorar a mudança de estatuto. Com a responsabilidade de mão dada com a capacidade de realizar e produzir, é natural que nos sintamos donos do mundo. De repente, somos capazes de realizar tarefas, conquistar feitos, receber elogios e de nos embriagar com o elixir do resultado do nosso esforço. Aos vinte e tal anos, o mundo é nosso, tudo é possível e está apenas a começar. E quando esse sentimento é hipotecado pela inevitabilidade da efemeridade da nossa existência? No que é que esse golpe nos transforma? Seremos pessoas gratas pelo dia que vivemos ou deixar-nos-emos contaminar pela amargura de nos ter falhado o chão nos mais brilhantes dos nossos anos? Ou nada disso terá efeito, bastando-nos ser como sempre fomos, com todas as qualidades e defeitos que determinam a nossa personalidade? Será que os sonhos só começam depois de um diagnóstico como este? Qual é a vida que conta?

publicado às 14:53

01.03.17

O melhor conselho que alguma vez vos poderei dar

por vanita

Quando o mundo vos for mesmo muito difícil e o fardo quase impossível de suportar, vençam a inércia de se lançar nas páginas de um livro. Há uns anos diria que qualquer um estaria à altura, hoje já sei dizer para, além da coragem de arrancar na primeira frase, se procurarem aconselhar junto de quem vos pode guiar com sabedoria. Escolham um bom livro, de um bom autor, e sentirão de imediato um alívio no peso que carregam nos ombros. Acreditem em mim.

publicado às 18:54

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.