Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

caixa dos segredos

10
Fev16

Bodies, ou o entretenimento levado ao extremo


vanita

Em dia de Carnaval, que melhor programa do que visitar a tão aclamada exposição "Bodies - Descubra o Corpo Humano", que está na Cordoaria Nacional, em Lisboa? Claro, em dia de Entrudo, vamos ver corpos humanos dissecados. E lá fomos, até porque, é uma oportunidade rara e, na minha ideia, imperdível. Pois, mudei de opinião. Foi preciso ver e explorar a fundo o interior de uns quantos chineses para começar a ter noção do quão perverso e pouco pedagógico tudo aquilo pode ser.

Há mesmo necessidade de privar o corpo humano de um nível mínimo de dignidade e serrá-lo em fatias para dispor como se de um catálogo de posters se tratasse? Conteúdo realmente informativo, tem pouco. A massa humana - bem conservada - não é de todo a melhor forma de se mostrar doenças e mudanças impostas pelo estilo de vida, porque não são visíveis ao olho destreinado do comum dos mortais. No fundo, vê-se apenas uma amalgama amarelada, que se confunde e baralha mais do que ensina.

O que dizer as posições em que aqueles corpos estão expostos? São todos bailarinos e atletas, mas o que choca mesmo é a ausência de sentimento de respeito pelas pessoas que um dia habitaram aqueles tecidos. Sobretudo das mulheres. Não há um critério de veneração pelo ser humano e é isso que mais me custa aceitar. Bem mais do que ver os órgãos, ossos, músculos e veias ao vivo e a cores,  senti como se estivesse num salão de brinquedos de crianças muito perversas. E não gostei. À noite tive necessidade de fazer uma pequena oração por aqueles chineses que não me saem da cabeça. Porque podiam ser um de nós.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D