Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


02.09.15

Desta vez houve uma foto

por vanita

Até as lágrimas me saltaram aos olhos quando vi aquele menino morto na praia. E não sou das pessoas mais impressionáveis do Mundo. Aquelas fotos são de uma violência atroz. É impossível seguir com o nosso dia-a-dia sem parar para digerir aquilo que há tantos meses nos entra pela casa dentro. Demorou poucos minutos para que surgissem as vozes de revolta. Revolta não contra a situação - essas também se levantaram, não havia como não acontecer - mas as vozes de revolta de que falo são contra o voyerismo da situação. Em menos de nada, o tema passa a assunto do dia e é inflamadamente discutido em inúmeros quadrantes. Não a questão dos refugiados. Discute-se a legitimidade da publicação daquelas fotos impossíveis de ignorar. Vivemos num tempo de informação rápida mas não prescindirmos de estilizar a realidade que vivemos. Aquela foto é só mais um símbolo de vidas destruídas mesmo ao nosso lado. Não há como passar uma borracha para mascarar a situação. Não foi apenas aquele menino que morreu. Morrem aos milhares. Desta vez, alguém achou que valia a pena investir algum dinheiro para que a foto fosse feita. Desta vez.

publicado às 18:44

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.