Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


27.02.15

O vestido e a maçã

por vanita

E se esta loucura do vestido fosse apenas a porta para mais uma das realidades universais ainda desconhecidas do ser humano? Bem sei que é tolice minha mas vamos dar-lhe esse benefício da dúvida. E se este fenómeno à escala mundial fosse entendido como a maçã de Newton que deu origem à teoria da gravidade? Se o facto de cada um de nós ter uma percepção diferente da realidade fosse a ponta de um véu que esconde um mistério maior sobre as insondáveis questões em que se baseia a humanidade? Sim, já sei que se trata apenas de uma questão de luminosidade, contraste de brancos e ajustes visuais de cada indivíduo. Mas se não fosse só isso? Se esta brincadeira escondesse uma realidade tão maior que nos fizesse questionar a nossa própria noção de realidade? Eu nunca me meti em drogas, mas posso garantir que esta coisa mexeu comigo. O que me dá uma certeza inabalável: manter-me afastada de substâncias ilícitas foi uma das opções mais sensatas da minha vida. PS - a team white and gold está a mentir!

publicado às 23:01

27.02.15

De que cor é o vestido?

por vanita

image.jpg

Depois dos vestidos na passadeira vermelha e do roubo do vestido da Lupita, chega a pergunta primordial desta semana. De que cor é este vestido? Branco e dourado ou azul e preto? O mundo está doido e até já há explicações científicas para o fenómeno. Ainda não li nenhuma que falasse em futilidade.

publicado às 08:30

26.02.15

8 anos

por vanita

Tanto tempo depois, não é segredo para ninguém a origem desta caixa. E se, em 2012, vos pedi para traçarem os vossos planos para os próximos cinco anos - em 2017 venho cobrar essa conversa! -, desta vez promovo uma viagem mais nostálgica e deixo-vos outro desafio: onde estavam no dia 26 de Fevereiro de 2007, pelas 01h46? Dou-vos uma dica, estava a começar a transmissão dos Óscares. Quem alinha nesta viagem? Em dia de aniversário, contem-me os vossos segredos.

publicado às 01:46

24.02.15

Sou tão antiga

por vanita

Quando foi que se perdeu o conceito de comprar livros que se quer ler? O modus operandi actual é criar um blog e pedir parcerias às editoras, com propostas de oferta de livros para ler e criticar. E o que são críticas? Críticas são copy paste da sinopse do livro e um exuberante "gostei muito". Onde é que fica a meritocracia? E o senso de ridículo? Juro por Deus, parceria é a palavra do Demo.  

publicado às 15:51

23.02.15

Os meus dotes de cozinheira

por vanita

Fiz uma sopa de lentilhas. O cheiro chega-me para perceber que não a quero nem provar. O meu namorado é um querido e jura que sabe melhor do que cheira. Eu quero congelá-la para todo o sempre, ele alega que os tempos não estão para desperdícios e eu só me arrependo de o ter deixado pôr-lhe a vista em cima. Lentilhas, nunca mais.

publicado às 17:07

23.02.15

A queda de Lobo Antunes ou do jornalismo?

por vanita

Joana Emídio Marques descobriu a pólvora. António Lobo Antunes caiu em desgraça e há um extensíssimo artigo no Observador, com todas as opiniões que contam e importa destacar, a justificar esta premissa. Está tudo errado. E está errado porquê? Está errado porque Joana Emídio Marques se esqueceu de comparar as vendas de António Lobo Antunes com a evolução de todas as outras vendas em Portugal. Não foi o escritor português que deixou de agradar e está nessa situação terrível tão dissecada no artigo. O que aconteceu é que o mercado livreiro mudou e muito. A média de vendas de qualquer autor é hoje bem diferente do que era há uns anos. Ficariam espantados se parassem para analisar e percebessem que os 1600 livros de António Lobo Antunes não são um mau resultado. Mas pronto, a realidade hoje é esta: António Lobo Antunes caiu em desgraça. Porque alguém olhou para o assunto por um prisma, sem ter em conta a realidade que circunda. Acontece muito.

publicado às 10:45

22.02.15

Ainda os Óscares

por vanita

Tropecei agora num artigo que clamava que todos nos devíamos incomodar com o facto de não haver negros nomeados. Não abri a notícia mas fiquei realmente a pensar. Já reparam na ausência de árabes na lista de nomeados? E de hispânicos? Fiquei também a reflectir sobre o facto de a comunidade gay estar defendida com os últimos apresentadores, mas fico ralada com os transexuais. E os carecas? Os azuis e às bolinhas? Não entendo como é que a comunidade internacional consegue compactuar com estas discrepâncias e desigualdades sociais. E a falta que me faz um balde de pipocas? Algo me diz que isto é apenas o começo de um serão agitado.

publicado às 17:33

22.02.15

Venham os Óscares!

por vanita

Esta é a noite mais fixe do ano. Nada como um bom serão, com vestidos e passadeira vermelha, com celebridades, filme, cultura, com escárnio e mal-dizer, tudo abençoado com o facto de ser um desporto à escala mundial. Gosto tanto disto que, no primeiro ano deste blog, também ensaiei um ou dois post à la Óscares, mas isso não é para mim, deixo a profissionalização da coisa aos mais de dez mil que já o fazem como se fossem pago para isso. É outra das partes giras, essa coisa da disputa das opiniões mais diversas e disparatadas. Esta é mesmo uma noite divertida e cada um vive de forma única com tónicas muito próprias. Eu, deste lado, sinto saudades daqueles dois anos em que descobrimos que a interacção TV/redes sociais tinha imenso potencial: cada um em sua casa, de pijama, no sofá ou na cama, a mandar larachas num espaço comum entre amigos. Também isso voou e agora a moderação dos "debates" já responde a regras e obrigações de quem faz disso negócio. Nem por isso a essência se perde. Esta noite, enquanto a gripe me deixar e o sono aguentar, lá estarei, em frente à TV, com as redes sociais por perto. Veremos o que a noite reserva.

publicado às 15:55

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.