Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


18.12.14

Nojo

por vanita

Hoje vi um comboio tão cheio de passageiros como ainda só tinha visto no cinema. Vi pessoas a correrem desesperadas pelo cais, ao largo da carruagem, à procura de uma porta onde sobrasse um pequeno espaço para empurrar, para conseguir entrar, para garantir uma viagem de 19 minutos até Lisboa. Vi a maior parte destas pessoas baixar os braços, sem sequer protestar, resignada e humilhada por não ter forma de ir trabalhar. Ainda não eram sequer nove horas da manhã e, felizmente, ainda não tinha tomado o pequeno-almoço. Vi uma mulher que não desistiu e preferiu ser entalada pelas portas a deixar partir o único comboio que passava na última hora. Foi empurrada parxa dentro, para se encaixar melhor, por um bom samaritano que, no calor do momento, percebeu que, se não o fizesse, estava em risco um acidente grave. Foram várias tentativas. Por duas vezes, a mulher ficou com o pé entalado do lado de fora. À terceira, já com o comboio em andamento, a mulher recolheu o pé. As portas não fecharam completamente e assim seguiram viagem, deixando a maior parte dos utilizadores na estação, à espera de nova sorte. Hoje foi a greve da Refer, que afectou a viagens de comboio um pouco por todo o lado, durante 24 penosas horas. Ontem foi a do Metro, que se repete na segunda-feira. Todas de 24 horas. Estamos a uma semana do Natal e o que sinto é nojo. Felizmente, hoje de manhã não tinha tomado o pequeno-almoço.

publicado às 23:19

18.12.14

Guerra civil

por vanita

Com a TAP a servir de palco para expor os problemas deste País. E não, não falo da perda de privilégios dos trabalhadores mas dos verdadeiros problemas que nos afectam a todos no dia-a-dia e, inclusivamente, permitem os regabofes que se vê.

publicado às 15:11

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.