Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


25.11.14

Apatias

por vanita

Jornalista de profissão e coração, habituada que estou às andanças nas redacções e em meios onde os temas do dia são assunto de discussão aberta, sem pudor, dou por mim de mãos atadas ao perceber que isto não é prática usual entre os ditos cidadãos comuns. Como é que se consegue viver sem sequer mencionar os grandes acontecimentos que movem o País? De onde vem tanta indiferença?

publicado às 13:53

25.11.14

Fome que dá em fartura -Top Páginas (ontem - 24/11/2014 )

por vanita
  1. Cinco razões para ir ver "Os Jogos da Fome" mesmo que seja adulto e queira ser levado a sério - 1.392
  2. Página inicial - 127
  3. Sobre o terramoto deste fim-de-semana - 17
  4. The Hunging Tree - A história - 14
  5. Sede de justiça - 9
  6. A pista de baixo do Green Hill - 9
  7. Dúvidas, dúvidas - 5
  8. Cara Royal, - 4
  9. Gabo a paciência - 4
  10. Lembram-se da crise da meia idade? - 3

Ontem rebentei com a escala de visitas aqui no estaminé. Se a memória não me trai - já lá vão quase oito anos disto - nunca antes tinha tido um dia tão agitado por estas bandas. O mérito não é meu, mas do SAPO, que levou o meu post dos Hunger Games para a página principal. Era menina para me habituar a isto. Obrigada.

publicado às 09:20

25.11.14

A classe política e os portugueses

por vanita

Sabem aquela analogia da confiança, que é como um papel: uma vez amachucado, nunca mais volta à forma original? O mesmo se aplica à convicção que muitos portugueses têm nos representantes dos seus partidos. Não falo da minha geração ou da mais recente, nós não acreditamos na classe política, não depositamos esperanças nos partidos e não vimos nascer a democracia para depositar nela tanta fé como quem viveu tempos duros de ditadura e fascismo. Refiro-me a quem aprendeu a confiar nas figuras eleitas por sufrágio universal e a ver nesses políticos as suas próprias demandas pessoais e uma forma de conquistar o que sempre sonharam. Essas pessoas, são portugueses de bem e hoje são vítimas de traição. Essas pessoas não mereciam assistir ao desmoronar de tantos sonhos. Porque foi isso que aconteceu hoje com a detenção de um antigo Primeiro-Ministro. O papel nunca voltará à forma original.

publicado às 00:35

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.