Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


09.10.14

36

por vanita

Hoje faço anos. Faço várias mãos cheias de anos. Uma quantidade enorme deles. E, ainda assim, atrevo-me a dizer que esta é uma das melhores idades para uma jovem mulher. Antes da angústia-antecipada-e-sem-qualquer-sentido dos 40, já sem a ansiedade-e-vontade-de-engolir-o-mundo dos 20. Os 30 são, de facto, o melhor de dois mundos. Sabemos o que somos, o que queremos e o que não estamos para a aturar. Já vivemos bastante, batemos com a cabeça, realizámos sonhos e fomos obrigados a dar o braço a torcer por saber que alguns objectivos nunca serão atingidos. A diferença? A diferença é que vivemos bem com isso. Aprendemos a aceitar-nos e a deixar de lado o que é supérfluo. Não sei se somos todas assim. Eu sou e sinto-me bem com isso. Fazer 36 anos não me deixa deprimida. Se não aproveitar o que esta idade tem para me dar, sei que o vou lamentar amargamente quando já estiver nos -entas. Não permito isso. Faço 36 com gosto e garra de agarrar o mundo. Como sempre. 

publicado às 15:45

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.