Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

caixa dos segredos

14
Ago13

Bitolas


vanita

Fernanda Câncio posta a foto de Judite de Sousa num grupo de FB, fechado para mais de cinco mil membros, e comenta que não gosta de ver aquela imagem. Muitos comentários, insinuações e acusações mútuas mais à frente - é um grupo que se alimenta desta peculiar forma de estar -, mesmo muitos mais, a ex-namorada do ex-Primeiro Ministro, explica que o que está mal na imagem é a placa com referência ao local onde a foto foi tirada. O rol de lições de jornalismo mantém-se e enche a caixa com comentários que chegariam para fechar uma edição de jornal diário. Na verdade, nos entretantos, há mesmo uma edição que sai para as bancas, pasme-se, com chamada de capa para a posição de Fernanda Câncio, ainda se lembra de quem estamos a falar? A ex-namorada de Sócrates. Pois, essa. Para os menos avisados, também é jornalista. Como facilmente se adivinha, se já não era pequeno, o frenesim assumiu proporções gigantescas, tanto ali como um pouco por todas as redacções deste País, porque se há matéria que faz mexer os nossos profissionais, é uma boa picardia que os mais sisudos apelidam de "cor-de-rosa", sempre com o adequado ar de desprezo, não haja confusões. Ora a discussão já se alongava em demasiadas e exaustivas horas quando a Nandinha - a esta altura já temos esta liberdade, com certeza - se lembra de fazer o contraditório numa coluna de opinião. Pois que a culpa é toda dos paparazzi, dessa gente que não olha a escrúpulos para cometer crimes a que chama de informação. Pois que o mundo está perdido, porque ninguém faz nada para travar esta calamidade isenta de moral e que é causa da podridão em que o jornalismo se está a transformar. Ora bem, é assim mesmo: confundir, baralhar, misturar tudo, apontar o dedo para o lado mais fácil e desviar atenções. Como em tudo na vida, o cinzento impera, bem sei, não há preto e branco, mas as costas largas do "cor-de-rosa" e dos paparazzi não chegam para tudo, lamento dizer. Por muito que seja lamentável, se uma figura pública critica outra nas redes sociais - mesmo que seja num grupo fechado com mais de cinco mil pessoas - isso é notícia. Tem valor-notícia e ignorá-lo é apenas absurdo. Mas é assim no mundo do social - temos pena, mas é do que se trata - como nos meandros da política ou do desporto. Porquê? Porque, quer se goste ou não, foi o assunto do dia. Acusar paparazzi e desviar atenções porque o "cor-de-rosa" procura notícias de forma "criminosa" e não convencional é apenas desonesto. Como é que surgem as cachas no jornalismo político ou de qualquer outra cor? É durante as conferências de imprensa ou será em conversas que existem por debaixo da mesa e nos levam, com investigação e cruzamento de fontes, à história que faz a notícia. Estamos na era da informação, todos sabemos como é que isto se faz, atirar com areia para os olhos é, no mínimo, um tiro no pé. É tudo tão óbvio que se torna ridículo. São os novos tempos, estamos mais expostos e a ilusão deixou de ser aceitável. Está à vista.
14
Ago13

Arcaboiço


vanita

Assumir que não se preenche os requisitos para determinado papel é sinal de lucidez ou de fraqueza? Hoje declinei um convite para escrever num desses blogues cheios de leitores que ocupam os lugares cimeiros da tabela dos mais lidos. Se me arrependo? Só de não estar à altura do desafio. Isso ou, de cada vez mais, ter pouca paciência para grandes conversas e debates sobre coisa nenhuma. Mudei tanto.
14
Ago13

Avulsos


vanita

A Judite de Sousa quer e já pediu o divórcio. Marcelo Rebelo de Sousa deu-lhe línguas de gato em directo num programa semanal de informação política. Fernanda Câncio, que surge muito bem enquadrada no contexto porque é ex-namorada de um ex-Primeiro Ministro, não gostou da foto de Judite de Sousa e escreveu uma crónica a dizê-lo. E eu estou com a birra porque, em poucos minutos, passei de menina dos telefones a criança. Quem me dá um gelado?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D