Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


27.06.12

E depois há a dor

por vanita
O assimilar de todos os contornos que não nos tinham passado despercebidos. A descrença no mundo que se tece de relações promiscuas e ambíguas. O impossível passar a perna de quem um dia demos a mão. A revolta nas entranhas, temperada com a certeza que ainda não é desta que nos derrubam. Custa, mas ainda não é desta.
publicado às 15:27

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.