Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


28.02.11

Isto é como tudo, tem de ser doseado

por vanita
Tal como as empresas começam agora a perceber que estar nas redes sociais não é sinónimo de entupir os canais com notícias e postagens e que é preciso coerência, pertinência e capacidade de se distinguir no mar de informação que existe, também o resto do mundo precisa de aprender a tirar partido desta nova forma de estar. É verdade que os diretos chamam à interação dos telespectadores através das redes sociais e tirar partido disso é uma boa aposta. Mas não nos distraiam. Não se distraiam. Se ao princípio achei piada à presença de James Franco e Anne Hathaway no Twitter ao mesmo tempo que apresentavam os Óscares, rapidamente percebi que, tal como eu, não estavam em lado nenhum, estando ao mesmo lado todo o tempo, mais ele do que ela. Em última análise, refletiu-se na falta de ritmo da gala. Se há uma lição a tirar disto: é manter o foco no que é importante. Aqui era a gala dos Óscares.
publicado às 04:58

28.02.11

Agridoce

por vanita
Amo o Colin Firth de paixão há muito, muito tempo. Acho justíssimo que seja distinguido pela Academia, há muito que o merecia. O papel em "Discurso do Rei" revela o enormíssimo actor em que se transformou, num exercício de representação que facilmente poderia cair no ridículo. Ainda assim, preferia que tivesse sido o Javier Bardem a levar a estátua para casa porque, em "Biutiful", leva o filme às costas. Colin Firth diverte-se com um desafio extraordinário.
publicado às 04:29

28.02.11

Grande bocejo

por vanita
Se tiveram de deixar a cerimónia a meio porque hoje é dia de trabalho, não estejam tristes. Não há um momento a realçar. Toda a noite foi de adormecer. Quer dizer, ainda faltam entregar três prémios mas duvido que a coisa se torne agora mais entusiasmante. É pena.
publicado às 04:08

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.