Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


29.09.10

Fui ao cu de Judas*

por vanita
E não gostei. Aprendi que a primeira impressão que temos de alguma coisa, não existe por acaso. Se não gostas à primeira, dificilmente gostarás nas próximas vezes. Não insistas. Foi o que se passou com a Blanco. Sim, a Blanco. Podem espancar-me, fashionistas dos blogues. Não tinha ficado entusiasmada com o conceito na Fuencarral em Madrid, não é agora na Amadora, ou na Pontinha ou lá o que é aquilo, que a coisa vai mudar. Aprendi que não vale mesmo a pena insistir. Lojas tipo armazém não são para mim. A visão de tanto amontoado assusta-me e mais depressa me vejo porta fora do que procuro uma peça de roupa que seja. Já é assim com a H&M e a C&A, junta-se agora a Primark à lista. Espanquem-me. Sem dó, porque eu mereço. Sim, porque depois vejo as pessoas com peças lindas de morrer, mas eu não tenho talento para as encontrar. Cada um é para o que nasce, eu não sou para isto. Lamento. Aprendi que os donos das lojas deviam pagar multas pela iluminação dos provadores de roupa. Uma pessoa fica deprimida com aquilo, por amor de Deus! Sai-se dali com um plano de dieta rigorosíssimo que só uma passagem pelo McDonald's consegue acalmar. Não se faz. Mais importante que tudo, aprendi que não gosto de comprar roupa. Nunca pensei ver este dia chegar.

* Que outro nome dar aquela terra de ninguém onde fica o Dolce Vita Tejo? Pois.
publicado às 23:17

27.09.10

A vida dá tantas voltas

por vanita
O que é certo torna-se incerto, o estável muda e os dias passam, com a mesma candura de sempre. Entre o soluço sufocado e a gargalhada genuína, não sabemos o que nos puxa com mais convicção. Ganhamos experiência, tornamo-nos menos rígidos, mais pacientes, com ideias mais assertivas, menos crédulos. A vocação para comediante de quem controla os ditames do dia-a-dia aperta-nos o coração em alguns momentos e chega a fazer-nos perder a fé em algo maior. Ao mesmo tempo, só mesmo confiando numa força superior conseguimos forças para seguir em frente, independentemente das vezes que caímos. Olhamos para o lado e percebemos que os outros também caem, também se levantam. Também erram, também se questionam e dão o que têm e não têm para passar barreiras. Quando damos por isso, demos mais uma volta. Porque a vida é um carrossel. Não pára. Sempre a surpreender.
publicado às 22:42

25.09.10

Última noite

por vanita
Tínhamos 24 anos quando nos conhecemos. Foi entre estas quatro paredes onde acabámos por crescer, viver, chorar e rir. As mesmas quatro paredes que hoje assistem à nossa despedida. "Boa noite", digo eu. "Dorme bem", respondes tu, num ritual costumeiro que nos fez mais que amigas nos últimos sete anos. Somos família. E é com lágrimas contidas que te vejo seguir um caminho que nos separa, as mesmas lágrimas que sei que também seguras e disfarças bem melhor do que eu. Sempre foste a razão e eu a emoção. Tu és a força contida, inabalável. Eu preciso de morder o lábio para não me deixar levar pelo momento. Faltam-me as palavras para te dizer que me vais fazer falta. Para te agradecer por estes que sei que serão sempre os melhores anos da nossa vida. Porque foram os anos das nossas conquistas individuais, minhas e tuas, a par e passo, como numa dança de equilíbrios bem coreografada. Se a minha vida sofreu uma reviravolta, porque não haveria a tua também de mudar o rumo?

Vou ter saudades tuas.
publicado às 01:52

22.09.10

É tão previsível que me cansa antes de começar

por vanita
Vale a pena apostar como em breve começam a chover posts de gente à beira do desespero porque, até agora, não tinha um lápis de cartolina decente para trabalhar? Que ainda bem que já não é preciso ir a Madrid de tempos a tempos para renovar o stock com ideias divertidas, originais e ecológicas para a cozinha ou o escritório? Pois, chega a ser matemático. A Muji chega ao Chiado em Novembro. 
publicado às 01:19

20.09.10

Nunca é tarde para aprender

por vanita
Entrei no curso de Mecânica Automóvel. As aulas começaram na semana passada e já sei o que é um radiador, uma bomba de água, termostato e respectivas válvulas. Também domino os euros que cada uma dessas peças pesam no orçamento. Tive uma introdução aos serviços periféricos de assistência em viagem - tanto da Brisa como da seguradora -, reboques e oficinas, bem como de coletes de segurança, indicações de localização e pinos de sinalização. Estou a iniciar-me na matéria que diz respeito à correia do alternador e bateria. Ninguém me avisou quando termina a licenciatura.
publicado às 02:35

Pág. 1/3

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.