Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]


05.03.09

Maldita insónia

por vanita
Não consigo dormir e a ventania lá fora não ajuda. Assim comàssim, cá fica um dos desafios mais atrasados que tenho em dívida. A Cat já cá veio à procura dele e não o encontrou. É agora!

"Você diz 9 coisas aleatórias a seu respeito, não importando a relevância. Tendo de ter 6 verdades e 3 mentiras. Quem recebe o Meme, deverá postar as 3 coisas que acha serem as mentiras do blogueiro que lhe passou o Meme. O Meme é 'jogado' apenas uma vez, portanto atenção a quem o passa".

Na altura disse logo quais achava serem as mentiras da Cat. Basta agora deixar aqui nove factos para que vocês escolham os três que são mentira. E para a caça da mentira digo-vos que:

1 - Já morei em Springfield, com os meus pais e os meus dois manos. Tal como os Simpsons;
2 - Tenho um tique de tentar enfiar a orelha no buraquinho do tímpano. Sobretudo se ainda estiver fria do banho;
3 - Adoro frutos silvestres. Como tudo, mas mesmo tudo, que tenha uma pequena quantidade que seja de frutos silvestres!
4 - O Paulinho Vilhena já me pediu o meu contacto. Assim mesmo, em jeito de engate;
5 - Nas férias grandes, eu e os meus primos organizámos um jogo de espionagem. Tínhamos de seguir a minha avó, por turnos, e escrever um relatório com as horas, os locais e as pessoas com que ela se cruzava;
6 - Uma vez torci o pé, por causa dos saltos. Agora tremo de medo sempre que uso sapatos mais altos;
7 - Nunca tive coragem para pintar as unhas sem ser em cor quase transparente. Não consigo, sinto-me constrangida se usar uma cor mais forte;
8 - Sempre que ando de carro sozinha, canto todas as músicas que passam no rádio. Como se o Mundo fosse acabar amanhã e a minha vida dependesse disso;
9 - Gostava de ter seguido Artes. O custo dos materiais foi uma das razões que pesou contra e me fez seguir a profissão que tenho hoje.

Divirtam-se a descobrir o que é digno de Pinóquio no meio disto tudo. Desculpa ter demorado tanto Cat! Como já cheguei tarde.... passo a quem ainda não respondeu!
publicado às 02:35

05.03.09

Sobre a greve

por vanita
Já lá vai o tempo em que a greve era uma forma de luta. Escusam de levantar as vozes e virar-se contra mim. A greve é uma faca de dois gumes que só afecta os trabalhadores, nunca os empregadores e patrões. Seremos cegos se nos recusarmos a ver a realidade tal como ela é. Só faz greve quem já não tem nada a perder, quem já tem o nome marcado. É cobarde, é verdade, mas é a realidade. Basta de fechar os olhos! Quem tem um posto de trabalho a perder, o ganha-pão de todos os dias, não se arrisca. Não pode fazê-lo. E não é apenas um risco. É um dado adquirido, palpável. Quem faz greve fica marcado, a aguardar a primeira oportunidade para levar o troco do que semeou. Quem não faz greve é um "fura-greves", que está do lado do patrão e concorda com todas as medidas adoptadas. Se a primeira frase é um dado adquirido, a segunda não será necessariamente verdade. O produto do trabalho raramente fica prejudicado com uma greve. Mas ficam identificados os nomes de quem a faz. Os "vendidos" que se conformam continuam no mesmo saco. Não haja ilusões. Mas ainda perdidos na indefinição dos números. Só com adesões inequívocas de 100 por cento é que uma greve pode ser útil aos trabalhadores. Só e apenas assim. É, pois, tempo de inovar, de pensar em formas de luta alternativas. Porque os tempos também são outros.
publicado às 00:01

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.